Resenha: Boyhood (da infância à juventude):

Boyhood-A4-Poster

Boyhood (Boyhood – da infância à juventude, no Brasil) é um filme de drama norte-americano  de 2h45min (tendo sua estréia no Brasil em 30 de outubro de 2014). Foi escrito e dirigido por Richard Linklater, com atuação de Ellar Coltrane, Patricia Arquette, Ethan Hawke, entre outros.

ATENÇÃO: PODE CONTER SPOILERS. 

O filme conta a história do menino Mason Jr enquanto ele cresce. Como as filmagens do filme duraram doze anos, nós podemos acompanhar literalmente o crescimento do ator, suas mudanças e sua atuação ao passar dos anos: dos seis aos dezoito anos.

Mostra sua mãe, Olivia, tendo de se virar sozinha para cuidar dos dois filhos, Mason Jr e Samantha, já que seu pai, Mason, estava morando no Alasca. O filme mostra, desde o começo, que a mãe e o pai de Mason Jr não se dão muito bem, apesar de a mãe afirmar que ainda ama o Mason. Como a vida não estava fácil para Olivia, ela se muda para a mesma cidade da mãe, Catherine, para que a avó das crianças possa cuidar dos dois enquanto a mãe se dedica a faculdade de psicologia.

Na faculdade, a mãe conhece, se apaixona e acaba por se casar com seu professor, Bill, que já tinha dois filhos de um relacionamento anterior – Jamie e Andrew. No começo do casamento, tudo parecia bem. Mas Bill era alcoólico e com o passar do tempo foi ficando agressivo. Obrigava as duas meninas – Samantha e sua filha – a cuidarem da casa, examinando minimamente os detalhes da arrumação. E também dava tarefas mais pesadas aos meninos – Mason Jr e seu filho -, sendo rude com eles quase sempre, principalmente com Mason Jr.  Mas, enquanto isso, também mostrava as crianças indo à escola, passando tempo com os amigos, Bill cortando sem autorização o cabelo de Mason Jr, etc. Por algumas vezes, inclusive, o pai de Mason Jr, Mason, vai visitar Samantha e Mason Jr, levando-os para passear, comer fora e se divertir longe de lá. Com o passar do tempo no casamento de Olivia e Bill, a situação piora. Em uma das cenas, fica um pouco implícito que Bill batera em Olivia. Após isso, eles têm um jantar um pouco perturbador, Bill estava visivelmente fora de si e começa a jogar pratos e copos em Mason Jr. Após esse incidente, Olivia resolve sair de casa com seus dois filhos e passa a morar um tempo com uma amiga sua, Carol, até se divorciar.

Olivia logo começa a resolver sua vida, dando aula em faculdade e estudando ainda mais. Mostra Mason  Jr na fase da adolescência, amadurecendo – como mostra na cena em que ele e seus amigos vão acampar em uma casa em construção, e mostra Mason Jr fazendo uso de bebidas alcoólicas e falando sobre sua vida sexual. Nesse meio tempo, Olivia conhece seu próximo marido, Jim, um ex-soldado americano, com quem constrói uma casa. Também nesta época, seu pai, Mason, também conhece e se casa com uma mulher, Annie, com quem tem um filho. No aniversário de 15 anos de Mason Jr, seu pai o leva, junto de Samantha, para passar uns dias na casa de seus sogros, onde ganha, além de alguns presentes, uma espingarda. Já crescido, Mason Jr começa a se interessar por fotografia, depois de ganhar uma máquina fotográfica de seu padrasto, Jim. Samantha vai à faculdade. Jim também cria problemas com o álcool, e Olivia, então, novamente se divorcia. Mason Jr começa a trabalhar em um restaurante para ajudar a mãe com as contas de casa, mas não é o suficiente, então Olivia vê-se obrigada a por a casa à venda. Mason Jr começa a namorar com Sheena, de quem tira várias fotos e acaba por ganhar uma bolsa de estudos graças a essas fotos. Mostra como Mason Jr tornou-se um adulto inteligente, reflexivo – bem diferente da criança tímida, quieta do início do filme. Pouco antes de começar a faculdade, Mason Jr e Sheena se separam, e Mason Jr começa a viver sua vida de faculdade.

Minhas considerações: 

A história em si, além da vida sofrida que Olivia passa, não tem muitos altos e baixos. Não tem muita emoção, nem muita ação. Mostra uma vida normal, um tempo comum – muito diferente da maioria dos filmes hollywoodianos, em que é aventura o tempo todo. Não mostra Mason Jr com problemas de adolescência, rebeldia, nem nada do tipo. Não mostra sua relação com a vida sexual. Apenas faz uso de álcool. A proposta do filme é mostrar uma vida “comum”, “normal” da maioria das famílias – não tem “moral da história”. Eu, pessoalmente, achei o filme um pouco fraco – esperava mais, tendo em vista a superprodução e a duração das filmagens e toda a pré e pós produção. Não achei um filme surpreendente. Inovador, talvez, porque exige certa coragem para passar tanto tempo num set de filmagens. No mais, é isso. Não tenho muita opinião a dar para esse filme porque não tem muito mais o que “achar”. Esperava mais, sim, de todo o alvoroço que estão fazendo por esse filme, favorito a Oscar, queridinho de hollywood. Mas, quem tiver a oportunidade, assista e tire suas próprias conclusões! Avaliação: 5/10

Anúncios

Deixe sua opinião, crítica ou elogio.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s